quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Esperando pelo Fim




Isso não é o fim, isso não é o começo
Apenas uma voz como um tumulto agitando cada revisão
Mas você ouve através do tom e do ritmo violento
E embora as palavras soem firmes, há algo vazio dentro delas
Nós dizemos sim. Com os punhos voando no ar
Como se estivessemos segurando em algo lá que é invisível
Por que estamos vivendo à mercê da dor e do medo
Até que nós acabemos com isso
Esqueçamos isso
Deixemos tudo isso desaparecer


Esperando o fim chegar
Desejando que eu tenha forças para aguentar
Isso não foi o que eu planejei
Está fora do meu controle
Voando na velocidade da luz
Os pensamentos estavam girando na minha cabeça
Tantas coisas deixaram de ser ditas
É difícil te deixar ir


Eu sei do que se precisa pra seguir em frente
Eu sei qual a sensação de mentir
Tudo que eu quero é trocar essa vida por algo novo
Me agarrando ao que eu não tenho


Sentado numa sala vazia
Tentando esquecer o passado
Isso nunca foi feito pra durar
Eu queria que não durasse


O que restou quando acabou o fogo
Eu achei que estava certo, mas o certo estava errado
Completamente preso no olho do furacão
E tentando descobrir como é seguir em frente
E eu nem mesmo sei o tipo de coisas que falei
Minha boca continuava se movendo mas a minha mente havia morrido
Então estou catando os pedaços, agora por onde começar?
A pior parte de terminar é começar de novo!