sábado, 4 de abril de 2009

Canção de aniversário para uma eterna dor



Eu quero sair pra ver o mar
Eu quero amar
E eu quero ver o reflexo disso
Eu quero poder ver o pôr-do-sol
Admirar ele indo embora
E esperar que ele leve toda a dor
Eu quero tomar banho de chuva
E escutar canções de liberdade
Eu quero falar com Deus
E escutar seus divinos sinais
Eu quero mudar o mundo
Espalhar o que me faz sorrir
Eu quero enxugar a lágrima
E ser um oceano
Eu quero sair pra ver o mar
E que ele me leve para onde quiser
Que seja para suas profundezas
Que seja para além da linha do horizonte
Que seja para onde o mundo se perde
Que seja para onde eu possa me encontrar
Eu quero ver o sol nascer
Eu quero abraçar a intenção
Eu quero agarrar a oportunidade
Eu quero dar um pontapé na solidão
E dançar a noite inteira
Eu quero dormir o sono dos justos
O sono dos sonhadores
Eu quero encontrar os amigos
Eu quero encarar meus inimigos
Quem sabe até beijá-los na face e negá-los três vezes
Eu quero me perder em todos os caminhos
Eu quero roubar um sorriso
Pra nunca mais ter que romper os laços
Eu quero olhar para o mundo de um ângulo diferente
Eu quero olhar para trás e sentir que valeu a pena
Eu não quero mais ver vítimas, e sim vencedores
Eu quero denunciar o sorriso
Eu quero desvendar a vida
Eu quero ser o desejo
Me tornar o rumo
Ser, quem sabe, um porto seguro
Eu quero me guiar em várias direções
E me perder em todos eles
Pra me encontrar em cada centímetro
Eu quero ser dona de cada pedaço
E pertencer ao todo
Eu quero correr
Só correr
E não para até que eu queira
Eu quero sentir orgulho pelo menos uma vez
Eu quero correr
E continuar sonhando
Eu quero saber o significado
Eu quero que seja feita justiça
E também a NOSSA vontade
Eu quero jogar os próximos dados
Eu quero brincar
Eu quero pertencer
Eu quero me recriar a cada segundo
E me reconhecer em cada vida
Eu quero ver a felicidade
Seja lá em qual vida ela resolva se firmar
Seja lá qual união ela resolva perpetuar
Seja lá qual sorriso ela venha me trazer
Seja lá quais acenos ela resolva me mostrar
Seja lá quais preceitos ela possa me ensinar
Eu quero te ver sobreviver
Eu quero sobreviver
Eu quero correr
Mas eu paro...


À meu adorável cowboy, Feliz Aniversário
Ps: "Eu quero te ver sobreviver"

5 comentários:

Garotinha Jê disse...

muito lindo o texto... intenso, como tudo que vc escreve.
de onde poderia vir tamanha inspiração senão da vida, do seu jeito de viver e sentir?
a angústia de tentar descobrir um sentido pra tudo é o nosso eterno "calcanhar de aquiles". :)

parabéns ao seu eterno cowboy!

Alé wind disse...

Bom eu não sei quem eh o adoravel cowboy, mas feliz aniversário pr'ele!
e pra vc ,parabéns pelo texto!
quero ver qnd vc vai resolver escrever um livro!
jah tah na hora vuuuu!!!

Adriane disse...

Quem é "cowboy?"



Tbm quero texto de aniversário viuu?


'-'

Shagaly disse...

Eu quero não ter medo de querer.
E quando eu não tiver mais medo, quero não mais temer mostrar o que quero.
Eu quero escrever.
Eu quero me inscrever.
Eu quero o que vc quer, o que vc não quer, e muito mais.
Eu quero não ter medo de querer.
Eu quero não ter medo.
Eu quero...

Jessy disse...

Meu Deus!!
Q lindoooo....
Deslumbrante!
Parabéns!!

Bjs