domingo, 14 de dezembro de 2008

About me


A mente humana trabalha tão rápido que nem nós mesmos percebemos quando mudamos o foco do nosso pensamento. Mas isso, vários cientistas já provaram, ou seja, eu não descobri a pólvora. A única coisa que descobri nisso tudo é que posso amar minha família de uma forma que eu jamais pudesse imaginar!
Mas às vezes ainda me fascina a idéia de ter vindo de Saturno...
Descobri que tenho problemas com olhos. Já me perdi em diversos, tentei encontrar respostas em alguns, fiz a linha "decifra-me ou devoro-te" com outros. Me encontrei em muitos.
Banquei a durona. Os novos até hoje acreditam que estariam ferrados se tentassem me ferrar. Me mascarei de algo que vai demorar muito tempo pra ser real. Ou talvez nunca seja.
Reprimi sentimentos e escondi dores, mostrando um sorriso amarelo quando perguntavam como eu estava.
Tenho entalado na garganta um grito que faria inveja ao Mr. Bennington.
Me mostraram o caminho, mas ainda não encontrei minha estrada para a revolução. E você pode interpretar das duas formas, elas vão estar incontestavelmente corretas.
Ganhei uma nova realidade e perdi um mundo de sonhos. Ainda não tive coragem de colocar as coisas na balança.
Bati o recorde de "injeções de adrenalina": uma no ano! Mas você pode estar pensando "mas o ano ainda não acabou!" Você realmente acredita na possibilidade de eu me injetar novamente?! Vou nem responder!
Legal! Roberto Gregório não me abandonou.
Me fiz mais uma vez música e reconstrui um delírio. Ah, o vício!
E percebi que o mundo não parava de girar, e que as dores do passado não parariam de sangrar. Então sentei e comecei a esperar. Sei bem pelo que.
Parece que vou continuar esperando...

7 comentários:

Jessy disse...

Demorou mas veio arrebentando!!!
Gostei muito do texto, ainda mais pq entendo o q quis dizer...
acho q eu me sinto da mesma forma...
nunca deixando de sorrir qndo nem tudo está bem...
e aí percebo que tb me perco em olhares... e q preciso acertar a estrada em q caminhar...

Saudades da minha coleguinha!!

bjus

Marcus disse...

Antes eu achava que não te conhecia muito. Mas depois desse testo que é "sobre você" descobri que te conheço menos ainda!
Bem, qualquer coisa que eu te diga, soaria como um conselho ou uma sugestão genérico que poderia ser dito à qualquer um. Sendo assim, mesmo não sabendo o que se passa dentro de você, mesmo não sabendo o que são esses "gritos entalados" nem as "dores do passado escondidas" e muito menos os "sentimento reprimidos", me reservo e te digo que pelo pouco que te conheço sei que você é forte o bastante pra superar muitas coisas e eu, sempre que puder, alimentarei sua força de vontade e motivação pra passar por cima do que vier. Até porque você é grande o bastante pra passar por cima de tudo.
8D

bj!

Shagaly disse...

Quem, diabos, é Roberto Gregório???

Não é querendo economizar palavras, mas se escrever outra vez vou repetir o comentário anterior. Então, IDEM!!!

Alé wind disse...

vc jah sabe o que fazer....

Celso Pires disse...

Querida,
gostei muito dos seus textos, possuem uma densidade que achei muito interessante.
xoxo!

André disse...

esperando, eu sei pelo que: me esperando dizer q eu te amo, pra ficar mais convencida, neh? mas, fazer o que, neh? eu amo msm essa minha sobrinha!!!!! =*

Guel disse...

Já é um grande passo saber pelo q espera...

=D