quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

About A Boy

Aquele sorriso, tão inacreditável e puro, e era pra mim.
Aquele jeito de vestir o jeans, tão estiloso, e era pra mim.
Aquele cabelo, que outra garota "descabelou", e que foi feito para que eu "descabelasse".
Aquelas manias de mafioso, que eram absolutamente engraçadas, e que eram para que eu usasse.
Aquela razão para sorrir, tão excitante, e era exclusivamente pra mim.
Aquele avião descontrolado, era tão... descontrolado, e era único e exclusivamente pra mim. (O que me faz lembrar que aviões caem bem comigo, literalmente!)
Aquele presente, aquele sonho, e toda aquela situação, era incrível e infinita, e era minha.
Aquelas mãos geladas, confortavelmente geladas, e eram apenas para tocar as minhas.
Aquele olhar, aquele olhar escondido, que me fitava furiosamente. Aquele olhar era único e significativamente meu.
Aquele jeito de não olhar, que era curiosamente pra mim.
Aquele nome, que foi escondido por uma nuvem de diferentes formas de dizer um nome, e que agora aparecia, e a celebração foi toda minha.
Aquela maneira de dizer que eu não ligava, que eu deveria falar 300 vezes, e toda a carência que ele expressava ao dizer isso, e era tudo meu.
Aquele louco e inexplicável sentimento de felicidade, que estava consumindo meu corpo e meus pensamentos, aquele sentimento de felicidade... era exclusivo dele!

7 comentários:

Aline Shinoda disse...

Baseado numa história real!

André disse...

hummmmmm...quem anda te inspirando assim,hein? hai, ai...agora falando serio, quem le um texto teu fica ateh n vontade escrever tb!!!!

Ale wind disse...

quem eh o boy? kkk essa eh boa! ta pixonada eh... hummm

Shagaly disse...

Pensei que ter mãos geladas era exclusividade minha, hauauahua...

Tão profundo e tão verdadeiro, que eu acho que tem gente escondendo o jogo pra as amigas... o que é que vc anda fazendo nos fds, hein? rs...

Brincadeira... espero poder conversar com vc sobre este texto, que na verdade me despertou um sentimento de frustração (não se assuste, sou meio contraditória!;p).

Bjs!!!

Jessy disse...

História real??
HUm....

"Aquele cabelo, que outra garota "descabelou", e que foi feito para que eu "descabelasse"."

Não sei por quê, mas adorei isso...
rsrs
será q é pq talvez isso ocorra sempre?!?!?
kkkkkk

gostei do texto.. profundo...

rsrs

Bjksss

Dona do Caos disse...

sim sim... compreendo ... geralmente as coisas sao tao lindas... e sao sempre pra gente né? risos
amei... pena que dessa vez nao foi pra mim. kkkkkkkkkkkkk
sorte de quem te inspirou.

Guel disse...

Aquele louco e inexplicável sentimento de felicidade, que estava consumindo meu corpo e meus pensamentos, aquele sentimento de felicidade... era exclusivo dele!

Simplesmente, LINDO!!!

=D