quinta-feira, 28 de agosto de 2008

Retorno a Saturno


Eu não sei o meu nome.
Não faço idéia sobre de onde eu vim.

Fui colocada nesse corpo, jogada nesse mundo e deixada pra trás.

Vivi aqui todo esse tempo, me adaptando a tudo e a todos. Usufruindo de todo amor e de toda dor que um ser humano normal poderia sentir.

Finquei raízes nesse mundo. Me apeguei até às menores coisas, principalmente às menores coisas.

Eu realmente tive uma vida aqui. Com todo o amor e toda a dor que essa palavra carrega em seu significado.

E agora que as mutações que meu coração sofreu pareciam estar de acordo com as escolhas que eu fiz, eles querem me levar embora.

Aqueles que um dia me deixaram nesta terra que eu ajudei a transformar, voltaram reclamando seus direitos sobre mim. Mostram-me que, apesar de ter absorvido as características de outros, eu ainda sou parte deles. E que, mesmo que eu vivesse aqui por cem anos, eu ainda seria um deles.

Abandonar o mundo que me acolheu? O mundo que me ensinou, mesmo que a duras penas, o que é se sentir vivo.

Voltar para os braços daqueles que um dia me abandonaram? Aqueles que me vigiaram sorrateiros,não me permitindo a morte mas controlando a minha vida.

Mas eu sei que não tenho escolha. Não me deram essa opção. Não era um pedido de retorno ao lar, era o aviso de que eu voltaria.

E sabendo que não posso fugir, espero o tão amargo e surpreendente dia.

O retorno a Saturno.

3 comentários:

Dona do Caos disse...

rpz... vc ta cada dia melhor... adorei.
e já que vc se apegou principalmente as pequenas coisas... acho que estou entre elas né?
risos

Guel disse...

E a gente continua se apegando as menores coisas...

Foda de mais o texto!

Jessy disse...

Eu gostei muuuuuiiito.
Valeu a pena vc ter recomendado.. (como assim vc recomenda seu próprio texto?! COmo assim?!?!)...
Me vi em grande parte do seu texto... toda a minha trajetória de São Paulo até aqui..... e quando voltei pra lá depois de 6 anos aki, mesmo q só de visita..
mas não me abandonaram... kkkkkkkk ainda bem!!
.... a gente se apega às menores coisas e principalmente às pessoas ao nosso redor!!!

Lindo texto!!
Ameiiii..

Beijinhossss


Ps.: achei o lugar pra postar qndo é a respeito de textos mais antigos.. kkkkkkkkkkkk